CARTA ABERTA EM RESPOSTA ÀS DECLARAÇÕES SOBRE O SISA, REDD+ E POVOS INDÍGENAS NO ACRE

Rio Branco, 31 de julho de 2017.

Nós, lideranças e agentes agroflorestais indígenas dos povos Huni Kuĩ, Jaminawa, Ashaninka, Nukini, Nawa, Yawanawa, Katuquina, Puyanawa, Shanenawa e Shawãdawa, reunidos em Rio Branco, no Centro de Formação dos Povos da Floresta, nos dias 28 a 31 de julho, por ocasião da Assembleia Geral da Associação do Movimento dos Agentes Agroflorestais Indígenas do Acre- AMAAIAC, vimos a público informar que não vamos tolerar a irresponsabilidade de um grupo de pessoas que, contrários ao mecanismo de REDD+ no Acre, vem fazendo declarações usando o nome dos povos indígenas para legitimar as suas críticas. Continue lendo CARTA ABERTA EM RESPOSTA ÀS DECLARAÇÕES SOBRE O SISA, REDD+ E POVOS INDÍGENAS NO ACRE

AMAAIAC inicia 2015 continuando o trabalho das Oficinas nas Terras Indígenas do Acre

logo-petrobras-170pxA Associação do Movimento dos Agentes Agroflorestais Indígenas do Acre (AMAAIAC) finalizou o ano de 2014 com a realização de oficinas em duas terras indígenas contempladas pelo Projeto Território Indígena, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental. As atividades realizadas foram: Oficina de Sensibilização para a Gestão Territorial e Ambiental nas Terras Indígenas: Katukina/Kaxinawá e Katukina do Campinas. Neste ano de 2015 Continue lendo AMAAIAC inicia 2015 continuando o trabalho das Oficinas nas Terras Indígenas do Acre

Terra indígena protege mais que parque

Imagem de satélite mostra que índios são imbatíveis para conter danos à floresta, como desmatamento e queimada
terras indigenas mais protegidas- foto
Rio Tartaruga, um dos afluentes do Xingu, nas imediações do parque indígena de mesmo nome Fernando Donasci – 12.jun.2005/Folha Imagem

Marcelo Leite – colunista da Folha

Se você acha que os índios do Brasil já têm terra demais, como afirmou o presidente da Funai, mas também quer ver a floresta amazônica preservada, pense duas vezes. Será preciso escolher uma das duas opiniões. Continue lendo Terra indígena protege mais que parque

Agentes agroflorestais indígenas do Acre querem a regulamentação da profissão

Página 20, Rio Branco, 29/4/2003

Experiências em gestão ambiental desenvolvidas nas comunidades indígenas estão servindo de modelo para povos de outros Estados

Rose Farias

A proteção da biodiversidade e o uso sustentável dos recursos naturais existentes nas terras indígenas estão nas estratégias dos projetos que envolvem os povos indígenas no país. Dados apontam que 85% das terras sofrem algum tipo de interferência pelas mãos de terceiros, apresentando níveis consideráveis de degradação em função da exploração ilegal de recursos naturais Continue lendo Agentes agroflorestais indígenas do Acre querem a regulamentação da profissão